ESPAÇO DA FUNDAÇÃO SANTOINHO

Os principais objetivos da Fundação Santoinho são a preservação da coleção única de trajes tradicionais minhotos de finais do Séc. XIX e inícios do Séc. XX, com milhares de peças variadas, dinamizando a divulgação da coleção, da cultura e tradições minhotas e potenciando a atratividade da região.

Para isso estão já criados (construídos e prontos para abertura ao público) dois museus para exposição das peças, em torno dos qual se promoverá um conjunto de eventos e iniciativas em estreita ligação com a comunidade, entre as quais destacamos:

> Restauro e preservação do património, promovendo a sua divulgação e publicação em estreita ligação com a comunidade científica e literária
> Ações culturais, científicas e sociais através de concessão de bolsas de estudo e prémios escolares
> Promoção da integração social e comunitária com a realização de workshops, formações e estágios, fomentando a inclusão, em particular dos mais idosos, conhecedores profundos dos métodos tradicionais e artesanais
> Divulgação e promoção de estudos sobre o desenvolvimento da indústria têxtil, especialmente do bordado minhoto e a sua riqueza patrimonial para a região


Para além da vasta e única coleção de trajes minhotos, a Fundação Santoinho será dotada e responsável pela preservação de todo um vasto património cultural de raras peças ligadas à região do Minho. São milhares de outras peças de incalculável valor patrimonial e cultural, entre elas dezenas de Espigueiros antigos do Séc. XIX, esculturas e pinturas de diversos artistas alusivas à vida do campo e à região minhota, milhares de alfaias agrícolas ligadas à vida do campo na região do Minho, para além de viaturas únicas na história dos transportes público de passageiros (desde carros de tração animal até a autocarros das décadas de 30, 40, e 50, como por exemplo o primeiro autocarro fabricado pela Salvador Caetano e que tem a licença nº 1 no país para transporte em aluguer turístico).

É todo este património, material e imaterial, que a Fundação Santoinho pretende preservar para as gerações futuras, evitando a dispersão destas raras peças, dinamizando e promovendo diariamente com a sua atividade eventos e ações de forma a potenciar a integração da comunidade e a atratividade da região do Alto Minho. Este foi o único propósito da sua constituição.